Dieta Das Proteínas -dieta Das Proteínas Faz Emagrecer Até 15kg.

————————

Dieta das proteínas.

Dieta das ProteínasDieta das Proteínas embasada em alto consumo de proteínas. Pode-se comer ovos e carnes à vontade. Porém, dietas com consumo de calorias diários acima de 1300 calorias têm poucas chances de dar certo.
Proteínas tem a função de sintetizar músculos e possuem baixa quantidade de açucares, atributos que fazem desta dieta uma das vedetes do momento. Mas cuidado! O aumento de ácido úrico e de colesterol são as maiores desvantagens da ingestão excessiva de altos teores de proteínas, pois podem provocar danos ao sistema hepático e gástrico.

Dieta das Proteínas DESJEJUM

1- Presunto (de aves ou de porco): 3-4 fatias
2- Queijo (amarelos, sem abuso): 1-2 fatias finas
3- Ovos (de codorna e de galinha): Não há restrição quantitativa.
4- Limonada fraca (1/2 limão), café ou chas descafeinados

Dieta das Proteínas ALMOÇO

Carnes brancas à vontade (peixe ou frango), preparada a seu gosto (de preferência grelhados e nunca à milanesa), 2-3 claras de ovos mexidas, alface tomate e de sobremesa gelatina dietética.

Dieta das Proteínas JANTAR

Refeição também a base de proteínas, mas com mais liberdade quantitativa no tocante ao consumo de carnes. Verdura sempre em pequenas quantidades.

Obs. Refrigerantes dietéticos sem cafeína e mesmo assim no máximo 3 ao dia; café, só descafeinado; álcool, só destilado; beliscos permitidos entre as refeições: Ovos de codorna, presunto, salaminho italiano, kopa, gelatina, atum em latas, queijos amarelos (sem abusos).

————————

Dieta das proteínas do Dr. Atkins.

Dieta das proteínas do Dr. Atkins – Com ela você perde até 3 quilos em 7 dias!

Esta dieta tem o mesmo princípio da Dieta do cetônico, a exclusão dos carboidratos. Os cardápios das duas dietas podem ter algumas pequenas diferenças. Mas funcionam bem da mesma forma.

Faça seu próprio cardápio da Dieta das proteínas
Se não gosta de badejo, sem problemas. É só substituir por linguado, haddock… Você tem a liberdade de mexer no próprio cardápio, desde que siga a regrinha básica desse tipo de dieta: baixa quantidade de carboidratos. Por isso, dê só uma olhada na lista abaixo para ver o que você pode ou não comer e a quantidade indicada. Faça suas substituições e dê a sua dieta protéica um toque pessoal…

Você pode comer sempre na Dieta das proteínas.
CARNES EM GERAL, POR EXEMPLO:
1. Peixes: linguado, badejo, truta, haddock, atum, bacalhau, salmão, surubim, sardinha, aliche, arenque, kani etc.
2. Aves: frango, peru, chester, codorna. Dê preferência às partes brancas da carne das aves.
3. Embutidos: peito de peru, mortadela ou fiambre de chester, presunto de peru, salsicha de frango. Prefira os embutidos de aves, que contêm menos gorduras saturadas.
4. Carnes: rã, coelho, vitela, cordeiro, bovinos e suínos
5. Iorgute desnatado, queijos brancos (minas, cottage, ricota).
6. Clara de ovo, óleo de canola, azeite de oliva extravirgem, azeitona.
7. Maionese light, creme de leite ou manteiga.
8. Gelatinas dietéticas.
9. Todas as verduras e legumes.
10. Chá verde, mate, limão, suco de tomate e refrigerantes dietéticos. Lembre-se: nunca use açúcar e sim adoçante.

Só uma vez por dia
1. Leite desnatado ou água-de-coco (1 copo).
2. Torrada de glúten ou pão dietético (duas fatias ou unidades).
3. Pudim, doce ou geléia dietética (2 colheres de sopa).
4. Sorvete dietético (1 copo ou 1 picolé de fruta).
5. Frutas (1 vez por dia): 1/2 abacate pequeno, 2 cajus, 2 goiabas, 1 fatia pequena de melancia, 1/2 fatia de melão, 1 xícara de morangos, 2 figos, 2 pêssegos, 1 fatia de mamão, 1 laranja, 1/2 pêra, 1/2 maçã, 2 fatias finas de abacaxi, 2 tangerinas ou 2 kiwis.

————————-

Dieta das proteínas origem.

Apesar de ter sido criada na década de 70, pelo cardiologista americano Robert Atkins, foi só em 1990 que a Dieta das Proteínas começou a se popularizar e causar polêmica.

O método de emagrecimento consiste em diminuir, ou ainda, restringir o carboidrato da alimentação, como massas, pães, batata, e abusar das proteínas e gorduras (carnes, peixes, ovos, laticínios).

Com a falta de carboidratos, o organismo passa a buscar energia nas gorduras. Além disso, o carboidrato estimula a produção de insulina, hormônio que, entre outras funções, provoca a fome.

Diminuindo o nutriente, consequentemente, vai haver uma diminuição do hormônio, fazendo com que a pessoa sinta menos fome. Estas são as duas explicações para o rápido emagrecimento proporcionado a quem segue a dieta.

A endocrinologista do Dieta e Saúde, Márcia Jablonka Kelman, explica que trata-se de uma alternativa para o emagrecimento mais acelerado para pessoas que têm dificuldade em seguir uma dieta tradicional, como jovens com padrão alimentar restrito (que comem muito fora de casa), pessoas mais velhas na faixa de 50, 60 anos e mulheres na menopausa.

A versão da Dieta das Proteínas desenvolvida pela equipe nutricional do site está dividida em duas partes. Na primeira fase, carboidratos como pães, torradas, biscoitos, bolachas, batata, mandioca, inhame, cará e mandioquinha são proibidos. Porém, a frutose e lactose (açúcares presentes naturalmente em frutas e leite, respectivamente) podem fazer parte da alimentação. Já na fase dois, alguns carboidratos podem ser incluídos na dieta, mas não de forma integral. Márcia explica que em ambas as fases, açúcares, mel e doces não são permitidos.

Quanto à polêmica que surgiu com a popularização deste método, causada entre médicos que se dividem em contra e a favor, a endocrinologista do Dieta e Saúde explica que a dieta sugerida pelo site foi adaptada para a população brasileira, já que se retiram as gorduras saturadas frituras, bacon, etc.e adiciona-se leite e frutas (alimentos que contêm carboidratos), desempenhando a função de fontes energéticas. Ela ressalta que caso não se respeite às orientações prescritas pela equipe médica nutricional, a dieta pode ser prejudicial à saúde.

O tempo que a pessoa segue a dieta também é fundamental para que não haja desequilíbrio na saúde. O ideal é fazer por curtos períodos, em que a fase 1 dura 14 dias, por ser mais restritiva, e a fase 2 leva 28 dias, pois já inclui quase todos os grupos de alimentos.

Márcia explica que por ser uma dieta hipocalórica (com poucas calorias), espera-se que o indivíduo perca peso rapidamente (em média 32 dias), permitindo que ele siga, a partir daí, outro tipo de dieta, com objetivo de manter o peso.

Para crianças, grávidas ou pessoas que sofrem de problemas renais, diabetes ou doenças cardíacas a dieta não é recomendada. Atletas ou pessoas que praticam atividade física intensamente também não devem seguir este método de emagrecimento.

————————-